Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


VITRAIS

Um verso colorido corta o vento
Impregna a janela dos sentidos
E estampa a transparência de um momento
Em fragmentos-fractais de vidros

Em cada verso, em cada estrofe habita
Uma impressão que a vida deu à alma
E nos poemas, colam-se à escrita
A dor, a paz, o sofrimento, a calma

Assim nasce um mosaico de poesias
Ladrilhos que registram cada instante
E vão pavimentando horas e dias
Na tessitura de um painel gigante.

E as sensações retidas nos vidrilhos
De pensamento impresso em fragmentos
Luzem, fulguram, dando cores-brilhos
Aos instantâneos feitos dos momentos.

Novo caleidoscópio, nas voragens
De novos brilhos, de novos fulgores
Nasce na mente que absorve imagens
Da retina transparente dos leitores.
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 19/08/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras