Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


O GRITO DO ESPELHO

No casarão antigo
Da memória
Ficou perdida
Num canto embolorado
De algum quarto escuro
A minha infância

Vagando pelo corredor deserto
Procuro-a com ansiedade

Mas em cada cômodo que entro,
Ao transpor cada porta
O que vejo é um espelho
A mostrar-me, impiedoso,
Gritando com seu silêncio,
Que a infância está morta.
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 07/05/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras