Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


INTROMISSÃO
 
Mora dentro de mim um ente
Que se confunde comigo
Um ser que ora me agrada, ora me assombra
Mora dentro de mim uma persona
Que não sei se é criatura minha ou eu dela
Não sei se me percebe ou me persegue
Não sei se é minha luz ou minha sombra
Se é meu gosto, se é meu rosto, meu encosto
Ou se por suposto é meu preposto
Mora dentro de mim um ser que não demonstro
Demônio e anjo,
Rival e protetor
Mora dentro de mim um monstro.
 
Não há espaço para dois dentro de nós.
 
Há que se travar a luta
Para destravar o ser
Há que iluminar a noite
Para alvorecer
Há que empreender duelos
Para se viver
 
Então ocorrerá que um dia
O silêncio irá bramir
O recluso há de emergir
 
Um de nós renascerá
Um de nós dois vai sumir.
 
E o outro se libertará.
 
 
Oldney Lopes@

Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 01/09/2011

Música: Bicho de Sete Cabeças - Zeca Baleiro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras