Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


TEIAS E TRAMAS


Enquanto o poeta escreve
Tece a teia leve e breve
Diversos fios de versos
De sonho e de fantasia
 
Lá num cantinho do teto
A aranha, feito arquiteto
Tece multifios tersos
Fazendo também poesia.
 
Mas vem um inseto incauto
Fica preso lá no alto
E num só golpe, um reverso,
A aranha o faz eupepsia!
 
É que a aranha, em sua trama
Constrói armadilha e cama:
Ardil lírico e perverso
De prazer, poesia e dor
 
E o poeta, no papel
Tece um pedaço de céu
Um recanto do universo
Onde faz presa o leitor...
 

Oldney Lopes©


Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 02/10/2009

Música: Viagem - Baden Powel

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras