Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


FERIMENTO

Era ele criança - inda sonhava
Era ele um incauto - não sabia
O quanto desumano carregava
O coração do mundo em que vivia.

Era apenas menino e de repente
A veste negra, o genuflexório
O joelho esfolado, o ferro quente
E o pranto em solidão no dormitório.

No quarto escuro, a fome, o sangue, o medo
As sevícias guardadas em segredo
O ardor nas mãos, o grito, a palmatória

Ainda hoje, já homem maduro
Remói nalma o ferimento duro
Jamais cicatrizado em sua história.

Oldney Lopes©


Brumadinho, 21 de setembro de 2014.
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 21/09/2014
Alterado em 21/09/2014

Música: Ave Maria de Schubert - Gheorge Zanfir

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras