Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


CACHOEIRA

Gosto do jeito, curto esses trejeitos
De ansiedade de mulher faceira
Quando me faz sentir arfante o peito
Em tremedeira

Curto esse forte olhar de mulher fada
Maga encantada, mulher feiticeira
Quando se atreve e surge assim do nada
Criança arteira

Gosto do ímpeto e voracidade
Do corpo audaz que vem dessa maneira
Precipitando sensualidade
Em cachoeira!

Oldney Lopes©
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 06/04/2014

Música: Alegria del Coro - BSO Los Coristas

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras