Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


TIESPERO

Eu me apego à esperança de dares
Teu amor para o meu coração
E respiro, por todos os ares
Esse amor com paixão, compaixão

Pois espero me dês de presente
No presente um futuro de a-dois
Um amor pra viver loucamente
Nosso tempo diagora-e-depois

Tiamarei, miamarás todavida
Tiadorando o ficar-a-teulado
Declinando o caminho da lida:
O meu mais-que-perfeito passado.

Mas, incauta e insensível, conjugas
Com desdém o verbo nãotiquero
E, teimoso, ignoro tuas fugas,
E tiespero, tiespero, tiespero.

É assim que conjugo, sozinho
O infinito do verbo “tiamar”
Na primeira e única pessoa

Do mais-que-singular.

Oldney Lopes ©
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 29/03/2007
Alterado em 02/08/2009

Música: Goodmorning my love - Ernesto Cortazar

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras