Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos

CHÃO DE NUVENS
Eram de pedra os sonhos que eu sonhava
Firmes e fortes como rocha imensa
Eram matéria sólida e tão densa
Quanto era fraco o chão em que eu pisava

Um edifício sólido e seguro
De rochas firmes eu tentava erguer
Sem, no entanto, sequer perceber
O chão onde eu plantava o meu futuro

E vi que era no céu que eu erigia
Todo o porvir e toda fantasia
E fico perguntando o que restou

O que sumiu, o que ficou faltando?
O chão de nuvens, que pisei sonhando...
O céu de pedras, que desmoronou!
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 29/03/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras