Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


VERSOS PLENOS (Soneto Para Bilac)


"O pensamento ferve, e é um turbilhão de lava
A forma, fria e espessa, é um sepulcro de neve...
E a Palavra pesada abafa a Idéia leve,
Que, perfume e clarão, refulgia e voava."

(Olavo Bilac)



Converso, “inania verba”, com Bilac:
Eu falo em decassílabos modestos
Junto meus pensamentos, cato restos,
Formo “instrumenta sceleris” de ataque.

Em dodecassilábico argumento
Ouço a grandeza das suas palavras
Que de sua alma potente são escravas
E no meu mouco ouvido são fermentos

E a ira muda? O desespero muda?
(Palavra proferida, alma desnuda!)
O corpo sente, e tem, no verbo, alento:

A mão que escreve mais que diz a boca
E o coração que pensa, em fúria louca,
Mais do que pensa o próprio pensamento!

Oldney Lopes©

Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 29/03/2007
Alterado em 03/10/2009

Música: Alegria del Coro - BSO Los Coristas

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras