Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


CRIÂNSIA


Queria estar vivendo nesta hora
O mundo imaginário dos meus sonhos
Das alegrias, dos fatos risonhos
Que infantilmente imaginei outrora

Contos de fadas, eu diria agora
Puerícia vil de menino mimado
Pelos seus pais extremamente amado
Até sair um dia, mundo afora

Mas hoje piso sobre os estilhaços
Dos castelos de cristal que um dia ergui
E tento em desespero unir pedaços

Do mundo tão bonito de “criância”
Que imaginei durante toda infância
Mas, triste, vejo hoje que os perdi.


Oldney Lopes©

Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 24/03/2007
Alterado em 03/10/2009

Música: Alegria del Coro - BSO Los Coristas

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras